Miopia, Astigmatismo e Hipermetropia

  • 22/03/2022

Entenda a diferença entre miopia, astigmatismo e hipermetropia

Esses três distúrbios oculares são bastante comuns, mas muita gente não sabe exatamente os sinais e os sintomas que diferenciam um do outro. Vale alertar que vários problemas oculares podem ser identificados ainda na infância, por isso é recomendado ficar atento e fazer visitas periódicas ao oftalmologista.

 

Miopia

É a dificuldade em enxergar o que está longe, deixando a vista desfocada e embaçada. A causa pode ser hereditária, mas já foi verificado que o excesso de exposição a luzes artificiais das telas de celulares, tablets e computadores aumentam o surgimento e o agravamento da miopia.

Os sintomas: dor de cabeça ou nos olhos; ter que “apertar” os olhos para enxergar melhor; tontura; fotofobia; e lacrimejar com frequência sem causa aparente.

 

Hipermetropia

É o oposto da miopia, e a dificuldade é para enxergar de perto. Ou seja, quem tem hipermetropia consegue ver melhor o que está mais distante. Assim como a miopia, a hipermetropia também pode estar relacionada a fatores hereditários.

Os sintomas: dores de cabeça e nos olhos; ardência e lacrimação nos olhos; vista cansada; dificuldade de concentração; vermelhidão ocular.

 

Astigmatismo

Causa distorções na imagem e dificuldade de enxergar com nitidez, tanto de perto quanto de longe. Isso acontece porque os raios de luz não atingem apenas um ponto da retina, mas vários, criando diversos pontos focais.

Sintomas: dor de cabeça; enxergar um círculo luminoso ou colorido ao olhar para fontes de luz; dificuldade em diferenciar letras parecidas; fotofobia; coceira nos olhos.

 

Leia também:

A miopia em jovens aumentou 40% durante a pandemia

X
Conversar agora
Como posso te ajudar?
Olá!
Como posso te ajudar?